PLEUROTUS DJAMOR (OSTRA ROSA/ SHIMEJI SALMÃO

PARÂMETROS DE CULTIVO

 

Colonização

Temperatura: 24-30ºC

Umidade relativa: 95-100%

Duração: 7 a 10 dias

CO²: >5000ppm

Trocas de ar: 0-1 por hora

Iluminação: não

Indução da frutificação

Temperatura: 18-25ºC

Umidade relativa: 95-100%

Duração: 2 a 5 dias

CO²: 500-1000ppm

Trocas de ar: 5-8 por hora

Iluminação: 750-1500 lux 

Desenvolvimento dos cogumelos

Temperatura: 20-30ºC

Umidade relativa: 85-90%

Duração: 3 a 5 dias

CO²: 500-1500ppm

Trocas de ar: 5-8 por hora

Iluminação: 750-1500 lux 

Cogumelos do gênero Pleurotus, vulgarmente conhecidos como shimeji, são de longe os cogumelos mais fáceis e baratos de cultivar. Para pequenos produtores com orçamento limitado, cogumelos Pleurotus são excelentes escolhas. Poucos cogumelos comestíveis demonstram tanta capacidade de adaptação, agressividade do micélio, e produtividade quanto os Pleurotus. São decompositores de madeira e crescem em uma enorme variedade de substratos, desde serragem até resíduos agrícolas. Podem ser cultivados em serragem, lascas de madeira, papel, papelão, palhas, feno, sabugo de milho, bagaço de cana, resíduos de café, folhagem de bananeira e diversos outros materiais. Os cogumelos do gênero Pleurotus podem ser facilmente usados em programas sociais de redução da fome em locais pobres e para aumentar a renda de moradores de áreas rurais. Os cogumelos Pleurotus possuem muitas vitaminas, como vitamina C, vitamina B, ácido fólico, potássio, além de diversos compostos com propriedades medicinais como a lovastatina (reduz o colesterol do sangue). Após a produção dos cogumelos, o composto velho pode ser utilizado como suplemento alimentar para porcos e galinhas, além de poder ser decomposto em minhocário e gerar um substrato rico em nutrientes para hortas e pomares, contendo também uma poderosa substância anti nematoide natural.

Pleurotus djamor, conhecido aqui no Brasil como shimeji rosa, shimeji salmão ou cogumelo ostra rosa, ocorre naturalmente em florestas tropicais no mundo todo em troncos mortos de árvores, sendo observado com frequência nas matas do Brasil, Tailândia, Singapura, Viatnam, Sri lanka, Malásia, Nova Guiné, México, etc. Conhecido por sua velocidade de colonização e frutificação (em alguns casos 12 dias após a inoculação do substrato final), esse fungo coloniza uma grande variedade de substratos lignocelulósicos e toleram temperaturas mais altas. Alguns cultivadores asiáticos afirmam já ter conseguido cultivá-lo em substratos não pasteurizados, devido a sua velocidade de colonização e agressividade do micélio. É um dos cogumelos mais fáceis de se cultivar em casa. A coloração rosa do Pleurotus djamor varia conforme o tipo de substrato, incidência de luz e temperatura, e ao cozinhá-los a coloração pode ser perdida. O micélio desse fungo pode exibir coloração rosa, o que pode ser observado com frequência em sacos de "spawn" (semente) e em placas de petri colonizadas. Esse cogumelo perde a viabilidade em poucos dias, e tem o tempo de prateleira normalmente entre 4 e 5 dias da data da colheita se mantido sob refrigeração. 

Método de cultivo: Pode ser cultivado em resíduos agrícolas pasteurizados, serragem suplementada com farelo de trigo esterilizada, além de diversos outros materiais lignocelulósicos, inoculados numa taxa de 10-20% ("spawn" em relação ao substrato seco). Essa espécie é muito cultivada em toras de madeira em países asiáticos. No Brasil os cultivadores costumam usar um substrato composto por 45kg de bagaço de cana, 3kg de farelo de arroz, 2kg de palha e 1kg de carbonato de cálcio. A mistura é umedecida e pasteurizada por 2 a 4 horas a 60ºC. É possível fazer duas colheitas no mesmo substrato, normalmente completando o ciclo de colheita em 10 a 15 dias.

Sabor, preparo e cozimento: Possui cheiro característico da espécie, levemente parecido com peixe. Pode ser usado em caldos de legumes, sopas orientais, refogados, empanados, etc. Ao ser preparado para consumo o cogumelo pode perder a tonalidade rosa, passando para o bege em poucos minutos no fogo. Essa espécie pode atingir 38% de proteína nos cogumelos desidratados.