Agaricus bisporus (Portobello)

Informações gerais

  • Origem

    Europa e América do Norte

  • Linhagem

    FCAB2

  • Substrato

    composto

  • Clima

    frio

Conhecido como Portobello, esse cogumelo é uma cepa marrom de Agaricus bisporus (champignon), e é nativo de pastos da Europa. Quando jovem, recebe o nome de Cremini. Quando se desenvolve e fica maior, é conhecido como Portobello, e é fonte de vitamina D.

Sobre

O primeiro registro de um cultivo comercial de Agaricus bisporus foi feito pelo botânico Joseph Pitton de Tournefort em 1707. O agricultor frances Olivier de Serres descobriu que a transferência de substrato colonizado com o micélio desse cogumelo (normalmente encontrado em campos) para substrato fresco a base de palha e esterco, promovia o crescimento de mais cogumelos posteriormente. No começo, o cultivo não era muito rentável pois esse método de transplante do substrato colonizado antigo para o novo acabava levando junto contaminações da produção anterior. Em 1893 foi possível a produção de cultura pura em substrato estéril, o que tornou possível o cultivo em larga escala.
Os primeiros cultivadores descobriram que as temperaturas constantes encontradas nas cavernas de Paris eram benéficas para a produção, o que iniciou a era do cultivo “indoor”. Nos anos 80, essa espécie de cogumelo ganhou uma nova cara com a comercialização de cepas marrons e maiores, chamados de Portobello. A partir daí, diversas outras linhagens de Agaricus bisporus foram sendo selecionadas, com características diferentes entre elas. No começo essas características diferentes não eram tão visadas, mas com a popularidade do Portobelollo elas acabaram sendo pesquisadas e mais aceitas pelo público. Através da seleção de cepas selvagens e cruzamentos, os cultivadores isolaram linhagens com características que conhecemos hoje, como hastes curtas, chapéu gordo e arredondado, resistentes a contaminações bacterianas e com ciclo de vida mais curto.
(cepa) e do ponto de maturação do cogumelo. O cogumelo jovem e branco é normalmente conhecido como champignon. As cepas mais escuras, quando colhidas ainda pequenas, são chamadas de Cremini. Já as cepas escuras, colhidas com o cogumelo mais desenvolvido, são chamadas de Portobello. Em alguns países, o Agaricus bisporus é vendido com diferentes nomes, a depender da cor.

Método de cultivo

O Agaricus bisporus é cultivado comercialmente em composto fermentado (pasteurizado) a base de resíduos da agricultura e esterco. O cultivo é feito de forma horizontal, em bandejas de 15 a 30cm de profundidade ou em “camas”. O método de cultivo consiste em inocular o composto com a “semente”, e após colonizado, aplicar uma camada de cobertura pasteurizada sob o substrato. O controle de temperatura e umidade é feito de forma a manter os parâmetros corretos para as etapas de produção dessa espécie, obtendo assim a maior produtividade possível.

Parâmetros de cultivo

Colonização

  • Temperatura

    graus

  • Umidade relativa

    %

  • Duração

    dias

  • Co2

    ppm

  • Trocas de ar

  • Iluminação

Indução da frutificação

  • Temperatura

    graus

  • Umidade relativa

    %

  • Duração

    dias

  • Co2

    ppm

  • Trocas de ar

  • Iluminação

Desenvolvimento dos cogumelos

  • Temperatura

    graus

  • Umidade relativa

    %

  • Duração

    dias

  • Co2

    ppm

  • Trocas de ar

  • Iluminação

Quer cultivar?

Compra da cultura

  • Data

    de 20-05 a 20-06

  • Pagamento

    Até 3x no crédito

  • Valor

    R$35

Esta espécie está a venda na forma de cultura líquida (pronta entrega) ou cultura pura (sob encomenda).

Antes de comprar, recomendamos que você consulte a página informativa da espécie para saber mais sobre os parâmetros de cultivo e os usos.

Comprar